Senador paranaense diz que não acha realista a possibilidade de Moro retornar, mas, caso ocorresse, pensa que não haveria resistência

Álvaro Dias: Podemos aceitaria Moro de volta | Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Mesmo após sua repentina troca de legenda para o União Brasil, o ex-juiz Sergio Moro permanece com o apoio de partidários do Podemos. Segundo o site Congresso em Foco, o senador Álvaro Dias (Podemos-PR) afirmou que o até então candidato à Presidência já conversava sobre a possibilidade de mudança de sigla antes das eleições, bem como sobre os riscos envolvidos. Veja a declaração do parlamentar:

“Desde o ano passado já havia entendimento com o União Brasil da parte dele. Ele percebeu que o enfrentamento seria desproporcional. (…) Desde o ano passado, todos se lembram que em dezembro houve convite do União Brasil, e nós chegamos a liberar o Sergio Moro para que ele pudesse buscar uma estrutura maior. Nós não nos consideramos traídos”.

A declaração contraria a nota divulgada pelo Podemos, assinada pela presidente do partido, Renata Abreu, na última quinta-feira, 31, que afirmava que a legenda não havia sido comunicada pelo ex-juiz da Lava Jato da troca de partido e que a informação chegou pela imprensa.

Segundo Dias, a mudança de partido “foi um movimento para buscar uma estrutura mais consistente, que pudesse viabilizar, nos entendimentos do centro democrático, a sua candidatura em razão da posição nas pesquisas”. “Ele concluiu que no Podemos ele teria menos forças nas negociações. Isso o motivou a fazer essa mudança, mas sempre conversando conosco”.

Essa mudança, ao seu ver, não mudou a visão do Podemos sobre o ex-juiz da Operação Lava-Jato. “Nós temos de considerar a importância do papel que ele desempenhou para o país nos últimos anos. Foi um momento crucial para o futuro do país, nós não esquecemos desse patrimônio que ele adquiriu na magistratura”, afirmou.

Álvaro Dias não acha realista a possibilidade de Moro tentar retornar ao Podemos, mas caso ocorra, não acha que vá enfrentar resistência. “Eu não teria dificuldade em recebê-lo, e imagino que o partido também não. Ele só valorizaria o partido se retornasse.”