Moro estreia no Twitter, ganha 400 mil seguidores em 24 horas e faz humor involuntário

Ministro da Justiça estreou na rede social defendendo o Projeto de Lei Anticrime e tendo de garantir que o perfil não é fake

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, finalmente se rendeu aos encantos das redes sociais. O ex-juiz da Lava Jata inaugurou nesta quinta-feira, 4, um perfil no Twitter. E, em menos de 24 horas, às 7h30 desta sexta-feira, 5, já havia ultrapassado os 400 mil seguidores.

Moro justificou que aderiu ao Twitter por se tratar de um “poderoso instrumento de comunicação”. A proposta do ministro é utilizar a ferramenta para divulgar propostas e projetos do ministério.

O ministro disse, também, que há páginas e perfis de fãs e de fakes que se passam por ele no Twitter. “Este Twitter é meu mesmo, Sérgio Moro”, destacou, em sua primeira postagem.

Pelo jeito, Moro se preocupa em garantir a autenticidade do perfil. Na noite de quinta-feira, o ministro postou uma foto em que segura um calendário da Caixa Econômica. “Provando que esse Twitter é meu mesmo (o que é um pouco inusitado)”, explicou, fazendo humor involuntário. Foi o post mais popular, com 146 mil curtidas e 21 mil comentários.

Nas primeiras 24 horas como tuiteiro, Moro postou 12 vezes. Em seis dele, explicou alguns pontos do projeto de Lei Anticrime, que enviou no início do ano para o Congresso e que foi pivô de uma encrenca com o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM). O ministro, contudo, explicou que não será muito assíduo. “Nem sempre poderei estar por aqui, pois o trabalho é intenso”, justificou.

Por enquanto, o ex-juiz tem sido seleto em relação aos perfis que segue. Até a manhã de sexta-feira, ele seguia apenas cinco perfis na rede: o do presidente Jair Bolsonaro, o do Ministério da Justiça, o da Polícia Rodoviária Federal, o da Polícia Federal e o do Ministério Público Federal.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.