*Com informações de Ton Paulo

O recém-empossado presidente do diretório nacional, Antonio Rueda, e o ex-prefeito de Salvador (BA), ACM Neto, estiveram presentes no Encontro Nacional do União Brasil, realizado neste sábado, 15, em Aparecida de Goiânia. O senador e ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro disse que 86% dos goianos não podem estar errados em manifestar apoio ao governador de Goiás. Neto, que é advogado e vice-presidente nacional do União Brasil, afirmou que Ronaldo Caido é o modelo União Brasil de governar.

Em coletiva, ACM Neto comemorou que o UB pode, “com muito orgulho”, apresentar o prefeito mais bem avaliado do país, da capital Salvador (BA), e o governador mais bem avaliado do Brasil (GO). “Caiado pela sua história, trajetória e pela liderança que tem dentro do partido, aos poucos vai se tornar uma unanimidade e desejo de toda a coletividade para esse projeto de 2026”, destacou Neto.

Sérgio Moro disse que conhece Caiado há muito tempo e o defendeu como forte pré-candidato à Presidência da República. “Quando fui Ministro da Justiça, eu lembro que vim aqui com ele inaugurar uma penitenciária de segurança máxima estadual, que é modelo para outros estados. A segurança é um dos grandes problemas que nós temos e o governador tem vários predicados, tem muita coisa para apresentar na saúde e na educação, mas algo que o brasileiro reclama, precisa e pede é a segurança pública”, completou Moro.

Além disso, Moro criticou o governo federal, destacando uma “fragilidade na economia” do país. Segundo ele, Lula não tem controle da agenda legislativa e vem sofrendo sucessivas derrotas. Para Moro, o Brasil precisa de “União”.

“As facções só vem crescendo. As pessoas tem medo de sair na rua. Em Goiás, os indicadores de segurança pública melhoraram sensivelmente graças a gestão do governador que não tem apreço por criminoso, ao contrário do governo Lula. Recentemente, o Congresso aprovou um PL [projeto de lei] que vedava saidinha e o Lula vetou”, criticou o senador.