Moradores reclamam de atraso na obra de recuperação do lago do Parque Cascavel

Serviço teve início em 2017 e ainda não tem previsão de quando será concluído

Este slideshow necessita de JavaScript.

A obra de recuperação do lago do Parque Cascavel que teve início em 2017 ainda não tem previsão para ser concluída. O trabalho  funciona através de uma parceria público privada entre a Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) e a Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás (Ademi-GO).

De acordo com a AMMA, a obra está acontecendo mas por conta das chuvas o trabalho não tem sido realizado continuamente. No entanto, moradores da região reclamam que há cerca de duas semanas ninguém é visto trabalhando no local.

“Eles esperam a época da chuva pra mexer e aí atrasa tudo. Eu acho que pelo menos as construtoras dos prédios aqui em volta deveriam se preocupar mais com essa questão”, lamenta a estudante Laís Moraes, que mora na região.

O gerente de parques e unidades de conservação, José Ricardo da Silva, explica que no momento está sendo realizado o corte das cabeças de estacas da barragem e que o equipamento utilizado no serviço não consegue adentrar em solo úmido.

“Nosso desejo é que a obra tivesse sido concluída no final do ano passado mas devido as chuvas que se iniciaram em setembro ainda não foi possível concluir. Infelizmente contamos com o fator tempo”.

Para o vereador Gustavo Cruvinel, a demora na execução da obra causa ainda prejuízos ao poder público.

“Com os trabalhos acontecendo lentamente veio a época de chuva e o assoreamento se agravou novamente. Todo o serviço que havia sido realizado em maio do ano passado com a retirada de 1,5 mil caminhões de terra foi jogado fora”, denuncia.

Morador de um prédio com vista para o Parque Cascavel, o empresário Ronaldo Barros lamenta a situação do parque.

“Comprei o apartamento esperando a valorização do imóvel e também por causa da vista que era bonita. Agora está essa coisa degradante. Essa obra já começou há bastante tempo, na época da seca eles alegam que falta verba e na época chuva não tem jeito de trabalhar”, desabafa.

Falta manutenção

Além do assoreamento do lago, a manutenção do parque também é alvo de críticas por parte dos frequentadores do Parque Cascavel. O mato alto e a falta de iluminação são as principais reclamações de quem mora na região.

“Eu não tenho coragem de vim aqui a noite porque é muito perigoso. O parque fica escuro e cheio de usuários de droga”, reclama Ronaldo.

Em entrevista ao Jornal Opção, o gerente José Ricardo informou que há menos de um mês o parque foi todo revisado e que tudo estava em pleno funcionamento.

“A partir de amanhã estaremos no local fazendo serviço de manutenção como poda do mato, e recuperação dos brinquedos”.

A reportagem entrou em contato com a Ademi-GO que informou que não tem responsabilidade na execução da obra, o que ficou a cargo da Prefeitura de Goiânia.

A Ademi-GO informou ainda que doou o projeto de drenagem e alguns materiais para a realização da obra. A associação destacou ainda se interessa tanto quanto a sociedade na recuperação do lago.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.