Morador de rua morre em SP e polícia suspeita do frio

Temperatura média durante a madrugada oscilou em torno dos 7ºC

Um morador de rua foi encontrado morto na madrugada do último domingo (12/6) na Avenida Paulista, próximo ao cruzamento com a Avenida Brigadeiro Luis Antônio, em São Paulo. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, a Polícia Civil ainda investiga a causa da morte, mas como não havia sinais de violência física, uma das possibilidades é que ele tenha morrido em decorrência do frio.

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a temperatura média durante a madrugada oscilou em torno dos 7ºC. O morador de rua foi identificado como Adilson Roberto Justino, com idade desconhecida. Segundo a secretaria, uma testemunha chamou a Polícia Militar por volta das 4h quando o encontrou sofrendo uma convulsão. Os policiais chamaram o socorro, mas Justino não resistiu.

O local foi periciado e o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). O caso está sendo investigado pelo 78º Distrito Policial. Este é o segundo caso de morte de um morador de rua, aparentemente por causa do frio.

Na manhã de sexta-feira (10), por volta das 5h10, um funcionário de um terminal de metrô encontrou o corpo de João Carlos Rodrigues, 55 anos, em frente à estação Belém. Segundo a secretaria, o caso foi encaminhado ao 81º Distrito Policial. A madrugada de sexta-feira foi a mais fria do ano em São Paulo, com a temperatura mínima chegando aos 5,5ºC.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.