Ministro interino da Cultura pede demissão do cargo

João Batista de Andrade disse não ter interesse em ser efetivado no posto. Governo já estaria pensando em substituí-lo em retaliação ao seu partido, o PPS

O ministro interino da Cultura João Batista de Andrade resolveu pedir demissão do cargo nesta sexta-feira (16/6). Em carta enviada ao presidente Michel Temer (PMDB), ele diz que está disposto a contribuir para a transição e que não tem interesse em eventualmente ser efetivado no cargo.

João Batista era secretário-executivo do ex-ministro Roberto Freire (PPS), que pediu demissão após a divulgação do conteúdo das delações da JBS. Como o ministro interino também era do PPS, especulava-se que o governo já iria substituí-lo em retaliação ao partido porque Freire pediu publicamente a renúncia do presidente.

Escritor, roteirista e cineasta, João Batista já foi secretário de Cultura do Estado de São Paulo em 2005 e presidente da Fundação Memorial da América Latina entre 2012 e 2016. O nome mais cotado atualmente para substituir Batista

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.