Ministro e bancada goiana discutem criação de duas novas universidades federais em Goiás

Parlamentares e reitor da UFG também solicitaram a Aloizio Mercadante a liberação de R$ 100 milhões para construção de um novo hospital universitário

Parte da bancada goiana no Congresso esteve reunida com o ministro da Educação | Foto: Divulgação

Parte da bancada goiana no Congresso esteve reunida com o ministro da Educação | Foto: Divulgação

Parte da bancada goiana no Congresso Nacional se reuniu, na última quarta-feira (25/2), com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, para apresentar ao titular a demanda da criação de duas universidades federais em Goiás a partir das regionais da UFG já existentes em Catalão e Jataí.

Participaram do encontro a senadora Lúcio Vânia (PSB) e os deputados federais Marcos Abrão (PPS), Daniel Vilela (PMDB), Flávia Morais (PDT), Jovair Arantes (PTB) e Pedro Chaves (PMDB). A reunião foi proposta pelo reitor da Universidade Federal de Goiás, Orlando Amaral, que esteve acompanhado pelos diretores dos campi da UFG de Catalão, Thiago Jabur, e de Jataí, Alessandro Martins.

Na ocasião, o reitor também solicitou ao ministro a liberação da emenda unificada de R$ 100 milhões, apresentada pela bancada goiana do Congresso Nacional, em favor da obra do novo prédio do Hospital das Clínicas (HC), em Goiânia.

Aloizio Mercadante afirmou que o Ministério da Educação e Cultura (MEC) se posicionou favorável, junto à presidente Dilma Rousseff (PT), à criação das unidades de ensino superior em Catalão e Jataí, já que Goiás, a despeito de sua importância para o Brasil, só tem uma universidade federal.

Segundo o ministro, a demanda pela abertura de novas universidades em todo o País é alta, mas os processos para as instalações em território goiano estão dentro do prazo esperado. Mercadante, no entanto, solicitou apoio aos parlamentares presentes para que a proposta que será enviada pela Presidência da República ao Congresso seja aprovada na íntegra e sem acréscimos, para evitar impacto orçamentário acima do esperado.

Já sobre a liberação da emenda da bancada goiana para o HC, Aloizio Mercadante parabenizou o compromisso dos deputados federais e senadores com a Educação. “Parabéns aos parlamentares goianos por terem chegado ao entendimento da importância que o novo prédio do Hospital das Clínicas terá para a melhoria da Saúde dos goianos e para a prática acadêmica, já que, quando finalizado, será o maior hospital universitário do Brasil”, salientou o ministro.

O novo prédio do Hospital das Clínicas contará com 20 pavimentos com 45 mil metros quadrados e 600 leitos de internação, totalizando 839 leitos da unidade de saúde, sendo 60 leitos de UTI adulta e 20 pediátrica.

“O HC dá uma imensa contribuição para aliviar as dores e cuidar da saúde da população goiana. Por isso, foi um grande passo nós, parlamentares goianos, termos nos unido e liberado uma só emenda com inteira prioridade para a finalização dessa obra. R$ 100 milhões é exatamente o necessário para que, daqui a dois anos, Goiânia e Goiás tenha uma unidade de saúde de excelente padrão”, ressaltou o deputado Marcos Abrão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.