Ministro do TSE suspende inelegibilidade de Attié em Cristalina

Liminar concedida pela Justiça coloca Luiz Carlos Attié na corrida eleitoral deste ano

Luiz Carlos Attié, ex-prefeito de Cristalina | Foto: Jornal Opção

O ministro Luís Felipe Salomão, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), concedeu liminar para suspender a inelegibilidade do ex-prefeito de Cristalina, Luiz Carlos Attié. Com a decisão, Attié poderá lançar-se candidato no pleito deste ano.

A inelegibilidade de oito anos tinha sido aplicada por suposta prática de uso indevido dos meios de comunicação social em benefício de Maks Wilson Louzada, seu sucessor político nas eleições de 2016 e segundo colocado no respectivo pleito majoritário.

Segundo a denúncia, os investigados teriam praticado o uso indevido dos meios de comunicação social em benefício da candidatura de Maks, “através da alegada promoção maciça do então candidato no Jornal do Motta durante o período eleitoral, assim como pela propaganda negativa feita contra o candidato adversário”.

Em sua decisão, o relator destaca que “além de o autor não ter sido candidato no pleito de 2016, não se demonstrou qualquer vínculo com o jornal em que publicadas as notícias, tampouco relação direta entre ele e o candidato Maks Louzada, apontado como seu sucessor, e o propósito de – mediante uso de recursos públicos – promover sua candidatura”.

“Desse modo, em juízo preliminar, especificamente quanto ao autor, verifico que a inelegibilidade a ele imposta decorreu de meras presunções e conjecturas”, afirmou o ministro.

Uma resposta para “Ministro do TSE suspende inelegibilidade de Attié em Cristalina”

  1. Heliege Aparecida da Silva disse:

    Como fica o afastamento do servidor que perdeu o prazo para pedir descompatibilização?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.