Ministro de Minas e Energia fará pronunciamento em rede nacional sobre crise hídrica

Mesmo diante da pior crise hídrica do país em quase 100 anos, fontes próximas a Bento Albuquerque alegam que ele reafirmará a informação de que o racionamento de energia não será necessário

O ministro de Minas e Energia do Brasil, Bento Albuquerque, fará um pronunciamento em cadeia nacional na noite desta segunda-feira, 28, a fim de evidenciar a necessidade ou não do racionamento de energia no país, em um momento em que se observa a pior crise hídrica dos últimos 91 anos. Fontes próximas ao ministro alegam que ele reafirmará o posicionamento que vem apresentando nos últimos tempos ao dizer que o racionamento de energia não será praticado.

Goiás

Em Goiás, especialistas observam que todos os reservatórios de usinas hidrelétricas estão operando com níveis muito abaixo de suas capacidades totais. A expectativa da meteorologia é que o estado só volte a ter chuvas substanciais no mês de novembro, fazendo com que o cenário hídrico e energético da região se agrave ainda mais até lá. 

As usinas de Nova Ponte, Itumbiara, Emborcação e São Simão devem esgotar seus volumes úteis antes do recomeço das chuvas, indo então a um colapso. Diante disso, termelétricas deverão ser acionadas para a geração de energia, o que significa que o consumidor sentirá o impacto dessa medida em seu bolso, com o aumento da conta de energia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.