Ministro de Minas e Energia anuncia investimento de R$420 milhões em Goiás

Em solenidade que levou energia elétrica a oito assentamentos de Flores de Goiás, Bento Albuquerque anunciou que programa da União em parceria com a Enel deve beneficiar até 21 mil famílias até o final de 2021

Evento que entregou energia elétrica a 800 residências de Flores de Goiás | Foto: Divulgação

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, anunciou, nesta terça-feira, 6, que o governo federal irá investir mais de R$420 milhões levando energia elétrica em pontos carentes do Estado de Goiás até o final de 2020.

A notícia foi dada durante evento em Flores de Goiás, nesta terça-feira, 6.
“Faremos um leilão de linhas de transmissão agora em dezembro e serão R$ 420 milhões investidos aqui em Goiás, gerando emprego e renda”, afirmou o ministro.

No evento, estavam presentes, também, o governador Ronaldo Caiado, deputados e vereadores. A cerimônia marcou a distribuição de energia elétrica para oito assentamentos no município do Nordeste goiano, em que foram contempladas 800 famílias.

Os assentamentos são: Castanheira, Santa Clara, Egídio Brunetto, Santa Fé, Gibão, Cavalcante, Liberdade I e Liberdade II. Na solenidade, também foram entregues cem geladeiras, sorteadas pela Enel para as famílias da região. Com isso, a Enel promove a troca de geladeiras antigas por eletrodomésticos mais econômicos.

O programa de energia é uma parceria da União com a Enel Distribuição. Os investimentos demandaram cerca de R$22,7 milhões. “Temos ações direcionadas com o apoio do governo federal, com uma verba específica do Ministério de Minas e Energia, destinada a Enel para levar eletricidade para todas as regiões carentes de Goiás”, declarou Caiado.

Em Flores de Goiás, as obras incluem 233 quilômetros de redes elétricas, 3.381 postes e mais de 800 conexões de energia. “Estamos aqui para ser parceiros. Energia é vida, é desenvolvimento e pode melhorar a vida das pessoas”, destacou Nicola Cotugno, presidnete da Enel do Brasil durante o evento.

Programa

As obras fazem parte do Programa de Universalização do Acesso à Energia Elétrica do governo federal. O plano é que até 2022, mais de 21 mil residências de áreas rurais sejam beneficiadas pela ação.

Além da rede, a Enel também fornece kits de placas fotovoltaicas. Cerca de 160 famílias já foram contempladas com os kits, que incluem painel solar, retificador, baterias, materiais para instalações internas, além de três lâmpadas, três interruptores e duas tomadas.

O programa também tem outra frente, que concede desconto de 65% para famílias vulneráveis, por meio da Tarifa Social de Energia Elétrica. Os cadastros são realizados pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.