Ministro da Saúde pede desculpa após dizer que homens trabalham mais

Ricardo Barros gerou polêmica por conta de declaração na última quinta. Em nota, ele se desculpou e disse que foi mal interpretado

O ministro da Saúde do governo interino de Michel Temer (PMDB), Ricardo Barros (PP), emitiu nota, nesta sexta-feira (12/8), se desculpando por uma declaração polêmica que ganhou a imprensa e as redes sociais na última quinta (11).

Em entrevista coletiva, Barros afirmou que os homens trabalham mais que as mulheres e, por isso, procuram menos atendimento médico. A afirmação foi feita durante evento de lançamento de uma campanha do Ministério da Saúde para sensibilizar a população masculina quanto aos cuidados de sua saúde.

No comunicado, o ministro diz que foi mal interpretado. Segundo ele, sua fala não fazia referência à jornada de trabalho, mas ao número de homens no mercado de trabalho. “Conhecendo o quanto as mulheres trabalham, eu jamais diria que os homens trabalham mais que as mulheres. Quero deixar claro que eu me referia ao número de homens no mercado de trabalho, que ainda é maior”, explica.

“As mulheres, além de trabalhar fora, tem as tarefas de casa, cuidam da família e ainda arrumam tempo para cuidar da saúde. A campanha que lançamos quer espelhar esse exemplo das mulheres”, acrescenta o ministro na nota.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.