Ministro da Educação inaugura moradia universitária e usina fotovoltaica em Catalão

Milton Ribeiro também tem encontro com o prefeito Adib Elias. Senador Vanderlan Cardoso acompanhará a agenda

A Regional Catalão da Universidade Federal de Goiás (UFG) ganhará moradia estudantil e usina fotovoltaica. A inauguração desses investimentos trará ao Estado nesta segunda-feira, 22, às 11h30, o Ministro da Educação Milton Ribeiro, que também tem encontro com estudantes do curso de medicina. O representante do governo Jair Bolsonaro (sem partido) ainda tem agenda com o Prefeito de Catalão, Adib Elias (sem partido). A conversa está marcada para 14h40. 

A Moradia Universitária do Cerrado, que passa a operar na Universidade Federal de Catalão (UFCAT), é um complexo composto por dois edifícios de apartamentos, ambos com quatro andares; estacionamento; quiosque; campo de grama para prática de esportes; além de uma área que abrigará projetos urbanísticos futuros. Essas residências, localizadas no Loteamento Copacabana II, têm como público-alvo alunos oriundos de outros municípios que estudam na Federal de Catalão. 

A usina fotovoltaica também atenderá a Moradia Universitária do Cerrado, mas não só ela. Com  317 KWp (quilowatt pico) de capacidade, a energia obtida por meio das placas solares instaladas na universidade deve produzir 32 mil KWh (quilowatt-hora) por mês. Na prática, é um volume de energia com capacidade de abastecimento de 160 residências de pequeno a médio portes ou, ainda, para manter uma rede de iluminação pública composta por 133 mil lâmpadas LED (Light Emitting Diode). 

Os quatro subsistemas distribuídos entre os Campus I e II da UFCAT devem representar redução de 49% na energia elétrica demandada pela universidade. Outra vantagem é que a usina propiciará aos estudantes de graduação e pós-graduação oportunidades de aprendizado e experiência no setor de energético.

Módulos que permitirão a captação da energia solar sendo transportados para o telhado do auditório | Foto: UFCAT

Medicina

As inaugurações também estão na agenda do senador Vanderlan Cardoso (PSD). Ele participará de conversas sobre investimentos no curso de medicina, a exemplo da construção de um prédio específico para as aulas de saúde. “O projeto está em fase de licitação e demanda investimentos de R$ 12 milhões”, antecipa a reitora Roselma Luchese. O curso foi criado em 2016 como parte das ações do Programa Mais Médicos. 

“Nossa próxima meta é trabalhar em prol da construção do prédio do curso de medicina da Universidade. Para isso, contaremos com a ajuda do MEC, do Governo Federal e, ainda, com a destinação de recursos de minhas emendas parlamentares. É um sonho que queremos ver realizado em, no máximo, dois ou três anos”, projeta Vanderlan. O senador também teve emendas aprovadas nas Comissões de Educação (CE) e Orçamento (CMO) que garantirão cargos efetivos às universidades federais supernovas, entre elas, Jataí (UFJ) e Catalão (UFCAT).

“Isso significa, a possibilidade de concurso público para essas seis instituições de ensino superior. A UFCAT, por exemplo, poderá fazer concursos para 70 cargos efetivos e a UFJ poderá fazer concursos para 67 cargos efetivos em 2022”, conta. A solenidade de inauguração da moradia e da usina terá formato híbrido. A transmissão será ao vivo por meio do canal da UFCAT no Youtube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.