Medida foi publicada na manhã desta quinta-feira, 18, no Diário Oficial da União. Ministro não justificou a decisão

Ministro Weintraub | Foto: Reprodução

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, decidiu revogar a portaria que garantia a inclusão de negros, pardos, indígenas e pessoas com deficiência em programas de pós-graduação em universidades e institutos federais.

O motivo da revogação da portaria em questão não foi apresentado pelo ministro. A decisão foi publicada na manhã desta quinta-feira, 18, no Diário Oficial da União (DOU).

Conforme mostrado pelo jornal Metrópoles, a decisão do ministro vai na contramão do entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) que, em 2012, delcarou a Constitucionalidade das Políticas de Ações Afirmativas.

Apesar dos negros representarem a maioria da população brasileira – quase 53% – os estudantes negros representam apenas 28,9% dos pós-graduandos.