Ministro da Educação é convocado a prestar esclarecimentos na Câmara sobre cortes na Educação

Abraham Weintraub deverá pôr um ponto final nas divergências de informações anunciadas nos últimos dias

Foto: Reprodução

Em meio às divergências entre governo e líderes de partido acerca da questão dos cortes orçamentários na Educação, a Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira, 14, a convocação do ministro da Educação, Abraham Weintraub, para explicar, no plenário da Casa, as contenções anunciados pela Pasta.

A reunião acontecerá nesta quarta-feira, 15, e servirá para esclarecer a atual situação, já que o líder do PSL da Câmara, deputado federal Delegado Waldir, afirmou durante entrevista que o Ministério da Educação (MEC) havia recuado na decisão sobre os cortes. Entretanto, a Casa Civil, o Gabinete do MEC e a deputada federal Joice Hasselmann – líder do PSL no Congresso -, desmentiram a informação pouco depois.

A expectativa é que, agora, as partes envolvidas cheguem a um consenso, tendo em vista que a primeira grande greve do Governo Bolsonaro é uma possibilidade. Atos em defesa dos recursos da Educação já estão acontecendo pelo país, e até às 10h da manhã desta quarta-feira, 15, ao menos 17 estados e o Distrito Federal já realizam protestos nas ruas em prol da Educação.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.