Ministro anuncia nesta 5ª-feira retomada das obras do BRT Norte-Sul

Obra, que começou em 2015, está 22% concluída e foi interrompida em junho do ano passado

Divulgação

O presidente Michel Temer e o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, anunciam, em cerimônia no Palácio do Planalto nesta quinta-feira (15), a retomada da construção do corredor exclusivo de ônibus de Goiânia – BRT Norte-Sul.

Estima-se que, com a conclusão do maior projeto de mobilidade urbana da história da cidade, 120 mil pessoas sejam beneficiadas por dia, atendendo 148 bairros de Goiânia e Aparecida de Goiânia.

A obra, que começou em 2015, está 22% concluída e foi interrompida em junho do ano passado. Em pouco mais de 100 dias como ministro, Baldy montou uma força tarefa e resolveu os problemas com a Caixa Econômica Federal e o Tribunal de Contas da União (TCU) para que os entraves fossem solucionados.

A previsão inicial era de que o BRT fosse concluído em março de 2017. Trata-se de um corredor de ônibus que vai ligar a cidade de norte a sul. Agora, a meta é finalizar o projeto até março de 2019, mas o cumprimento deste prazo depende não só do ministério, como também da prefeitura e do consórcio responsável pela obra.

A gestão municipal afirma que já gastou R$ 63 milhões com o projeto, orçado inicialmente em R$ 244 milhões. Antes, a construção já havia sido interrompida por seis meses por causa de uma dívida de R$ 11 milhões e foram retomadas após a negociação dos pagamentos junto às empresas EPC e WGV.

Deixe um comentário