Ministro alemão é alvo de ataques homofóbicos

Enquanto representante da Saúde, que é conservador e gay, tentava falar com manifestantes contra medidas de restrição do governo, pessoas gritavam palavras como “vergonha” e “porco gay”

Ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn.

O ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn, vem sendo atacado por extremistas de direita que são contra as restrições impostas pelo governo em razão da pandemia do novo coronavírus.

No último sábado, Spahn, que é conservador e gay, foi ofendido e recebeu cusparadas enquanto tentava falar com uma multidão em um evento que antecedeu as eleições locais na Renânia do Norte-Vestfália.

Um vídeo mostra Spahn tirando a máscara para falar com manifestantes. Então começa a ser ouvidos gritos com palavras como “vergonha” e “porco gay”.

No dia 29 de agosto, ao menos 18 mil pessoas se reuniram em protesto na capital Berlim contra as medidas de restrição do governo.

(Com informações da Agence France-Presse)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.