Ministério Público Federal desarquiva inquérito contra Lula no Mensalão

Após depoimentos no âmbito da Operação Lava Jato, 10ª Vara Federal de Brasília pediu a continuidade das investigações

A Câmara de Combate à Corrupção do Ministério Público Federal (MPF) desarquivou inquérito contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no processo do Mensalão. Esta investigação é baseada em um depoimento dado no final de 2012 pelo publicitário Marcos Valério.

As declarações foram feitas depois de ele ter sido condenado no processo e, segundo ele, R$ 7 milhões da empresa Portugal Telecom foram usados para pagar dívidas eleitorais do PT. A Procuradoria da República do Distrito Federal (PRDF) e a Polícia Federal (PF) investigaram a afirmação, mas concluíram que não era possível provar que elas eram verdadeiras.

No entanto, a 10ª Vara Federal de Brasília contestou o arquivamento com base em delações feitas no âmbito da Operação Lava Jaro. Assim, no último dia 29 de junho, o caso foi novamente remetido à procuradoria e, agora, Ivan Marx será responsável pelas investigações.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.