Ministério Público divulga que agentes políticos recebiam mensalmente em esquema da Petrobras

Nota da Procuradoria veio após divulgação da lista de envolvidos na Lava Jato. Abertura de inquéritos foi autorizada pelo ministro do STF Teori Zavascki

O Ministério Público Federal (MPF) divulgou na noite da última sexta-feira (6/3), nota falando sobre pagamento mensal de propina a políticos envolvidos no esquema da Petrobras. A informação veio após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki autorizar a abertura dos inquéritos contra políticos investigados por possível participação no esquema da Petrobras, com lista divulgada na sexta-feira (6/3).

Conforme nota do MPF, agentes responsáveis pela indicação de Paulo Roberto Costa ao cargo de diretor de abastecimento recebiam, mensalmente, propina proporcional a cada contrato firmado pela diretoria. Em seguida, repassavam uma parte para suas respectivas legendas.

“Outra parte era destinada a integrantes do PT responsáveis pela indicação de Renato Duque para Diretoria de Serviços. Era essa diretoria que indicava a empreiteira a ser contratada, após o concerto entre as empresas no âmbito do cartel”, explicou a nota do MPF.

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Ainda conforme o órgão, de 2004 a 2011, os integrantes do PP davam sustentação à indicação de Paulo Roberto. “E, a partir de meados de 2011, os integrantes do PMDB responsáveis pela indicação do diretor da área internacional da estatal, passaram a apoiar o nome de Paulo Roberto para o cargo de diretor. Daí porque também passaram a receber uma fatia da propina.”

Segundo explicou o MPF, o esquema se repetia nas diretorias de Serviços e Internacional. A nota assinala que o pagamento da propina era feito aos agentes políticos pelas empreiteiras — ou, às vezes, o pagamento era realizado por meio dos operadores financeiros, Alberto Youssef, Fernando Baiano e João Vacari Neto.

As apurações mostram que a divisão política das diretorias da Petrobras era estabelecida assim:

  • Diretoria de Abastecimento, ocupada por Paulo Roberto Costa entre 2004 e 2012, de indicação de integrantes do PP e posterior apoio de integrantes do PMDB, elo entre os integrantes era o doleiro Alberto Youssef;
  • Diretoria de Serviços, ocupada por Renato Duque entre 2003 e 2012, de indicação de integrantes do PT, sendo o tesoureiro do partido, João Vaccari, responsável pela distribuição dos valores;
  • Diretoria Internacional, ocupada por Nestor Cerveró entre 2003 e 2008, de indicação de integrantes do PMDB, com integração feita pelo doleiro Fernando Baiano.

*Com informações do Ministério Público Federal 

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

auc

O GOVERNO COMUNISTA BOLIVARIANO COMEÇOU RUIR!!!!!!!!!
MAS AINDA FALTAM DOIS NOMES NESSA LISTA SUJA: DILMA e LULA

jose aurelio cajao soares

eu jose aurelio fique abismado com esta noticia de desvio da petrobraz que indica nomes como deputados federal sandes junio e dep. roberto balesta isto e muito triste para um deputado ser eleito para defender o povo de goias e sai nos jornais noticias nacionais como corruptos recebendo dinheiro da estatal petrobras eu fico indiguinado com tantos roubos destes politicos como eles vao se defender perante seus eleitores de goias que comfiaram neles para votar eles estao perdidos mpf.ok. jose aurelio exm. vereador de aparecida de goiania