Ministério da Saúde reduz de 30 para 10 dias prazo para doação de sangue por quem teve Covid-19

Rede Estadual de Hemocentros já começou a adotar os critérios. Déficit no banco de sangue chega em 41%, apenas em janeiro

A Rede Estadual de Hemocentros (Rede Hemo) começou a adotar novos critérios para quem já teve Covid-19, mas deseja realizar a doação de sangue. Antes, era necessário aguardar um período de 30 dias, agora, caiu para 10 dias, após completar a recuperação. A alteração nas regras foi definida pelo Ministério da Saúde (MS) que informa que os candidatos que apresentaram um diagnóstico positivo, mas que permaneceram sem sintomas, poderão doar após 10 dias da data de coleta do exame. As pessoas que tiveram contato com um caso confirmado de Covid durante o período de transmissibilidade, poderão doar sangue sete dias após o último contato.

De acordo com a diretora técnica da Rede Hemo, Ana Cristina Novais, as medidas de distanciamento e atendimento nas unidades da Rede Hemo permanecerão as mesmas, e ela orienta que os doadores podem realizar o agendamento prévio por meio do site agenda.hemocentro.org.br ou do telefone 0800 642 0457. “Os doadores também podem comparecer a uma das unidades da Rede Hemo por livre demanda e escolher o melhor dia e horário para a coleta de sangue”, finaliza a diretora.

Vale lembrar ainda que a Rede Hemo emitiu um alerta para os baixos níveis nos estoque de sangue nas unidades. Só em janeiro, a Rede apresentou déficit de 41%. No mesmo período em 2021, o número foi 22%. O baixo número de doadores se deve, principalmente, ao aumento no número de casos de Covid-19 e Influenza. Por outro lado, a alta da dengue no estado elevou a demanda por sangue.

Doação

A doação de sangue pode ser feita por pessoas com peso acima de 50kg, estar saudável, apresentar documento com foto válido em todo o território nacional e idade entre 16 e 69 anos, sendo que antes de completar 18 anos é necessária uma autorização dos pais ou responsáveis. Quem tomou a vacina da febre amarela deve aguardar 30 dias para fazer uma doação. Já para a vacina contra gripe, o prazo é de 48 horas. No caso da vacina contra o novo coronavírus é preciso esperar 48 horas após a dose de Coronavac, e sete dias após a aplicação das demais.

Ao contrário disso, o Ministério da Saúde especifica, também, que ficam inaptos para doar sangue os profissionais de saúde que não estejam usando os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) adequadamente. Além disso, o intervalo entre as doações é de 60 dias para homens e 90 para mulheres. Fica vedada a doação para pessoas que realizaram o procedimento de piercings e tatuagens nos últimos 12 meses. Gravidas ou lactantes e pessoas que tiveram hepatite apos os 11 anos de idade também não podem doar sangue.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.