Anvisa orienta suspender uso de AstraZeneca em gestantes; Prefeitura de Goiânia indica vacinas da Pfizer

Apesar de dois casos terem sido registrados, apenas um deles teve investigação confirmada pela pasta; MS pede que mulheres posterguem gravidez durante pandemia e Anvisa recomenda suspensão imediata de aplicação da AstraZeneca/Friocruz em gestantes

Ministério da Saúde investiga caso de óbito em gestante após receber vacina contra a Covid-19. | Foto: FEBRASGO

Caso de gestante que foi a óbito após ser imunizada com dose de vacina da AstraZeneca, no Rio de Janeiro, é investigado por Ministério da Saúde. Em nota enviada à Folha de São Paulo, a pasta ainda afirmou que reavalia a imunização do grupo de gestantes que não possuem comorbidades.

Apesar da existência de dois casos de morte de gestantes após a aplicação da vacina – um do Rio de Janeiro, outro na Bahia –, o ministério confirmou a investigação de apenas um deles.

Suspensão de vacinas em gestantes

Com a repercussão dos casos, na noite desta segunda-feira, 10, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu nota técnica em que orienta que a bula da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca/Fiocruz seja estritamente seguida. Nela, não consta o uso do imunizante em gestantes. Portanto, a recomendação é a suspensão imediata do uso no grupo.  

“A orientação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas Covid em uso no país. O uso ‘off label’ de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina sem orientação médica”, diz Anvisa, em nota.

Covid-19 em gestantes

Em abril deste ano, o Ministério da Saúde recomendou que mulheres postergassem a gravidez durante a pandemia, uma vez que as variantes da Covid-19 no Brasil teriam se mostrado mais agressivas em grávidas. Não foram, entretanto, especificadas quais variantes a pasta se referia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.