Ministério da Saúde confirma 2.915 casos de coronavírus no Brasil

Até o momento, a doença causou 77 óbitos no país, um deles ocorreu no estado de Goiás. Cardiopatia é a comorbidade que apresentou maior agravamento entre vítimas

Teste para novo coronavírus | Foto: Reprodução

De acordo com boletim do Ministério da Saúde (MS) nesta quinta-feira, 26, em todo país foram registrados 2.915 casos confirmados por Covid-19. O número de óbitos chegam a 77 no Brasil. Atualmente, de todos os pacientes hospitalizados, 205 estão na enfermaria e 194 na Unidade de Tratamento Intensiva (UTI).

De acordo com gráfico apresentado pelo MS, os óbitos, embora elevados a partir de 60 anos, também ocorreram com pessoas a partir de 30 anos. Dentre os casos confirmados, 58 homens e 42 mulheres apresentam quadros graves da doença. Entre as comorbidades que agravaram a infecção, a cardiopatia é a condição mais frequente entre os óbitos, seguido por diabetes e pneumopatia.

Em Goiás, a pasta registrou 39 casos da doença. A Região Centro-Oeste equivale a 9,4% das contaminações em todo Brasil. Ao todo, foram confirmadas 77 mortes, sendo uma delas em Goiás, no município de Luziânia. A taxa de letalidade é de 2,7%.

Ao responder se as medidas dos governos dos estados vão repercutir no número de casos de futuro, o MS respondeu que não consegue prever o futuro. “Estamos ainda no início da epidemia. As medidas são não para evitar a transmissão. Posso ter cluster localizado dentro de uma casa. Ainda é precoce, mas não tenho dúvidas que irão influenciar de alguma maneira. Avaliando os dados de São Paulo, vemos um dentinho pequeno no final da curva. Vamos aguardar o tempo estabelecido pelas autoridades de saúde locais”, informou.

Mundo

Nesta quinta-feira, 26, a Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que nos últimos dois dias, foram registrados mais 100 mil novos casos do coronavírus no mundo. Na segunda, 23, ela havia alertado que a pandemia estava acelerando. Os primeiros 100 mil casos comprovados do Covid-19, levaram 67 dias para ocorrer. Esse número dobrou em apenas 11 dias. No entanto, outros novos 100 mil casos apareceram em quatro dias e, agora, somente dois dias para alcançar a marca de 400 mil contaminados.

“Sem ação agressiva em todos os países, milhões poderão morrer”, reagiu Tedros Adhanom, diretor geral da OMS. A doença já alcançou quase todos os países e cerca de meio milhão de pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.