Ministério da Cultura gasta mais de meio milhão em show no Palácio do Planalto

Cerimônia de entrega da Ordem do Mérito Cultural dispensou licitação e será embalada por nomes como Neguinho da Beija Flor e Fafá de Belém

O presidente Michel Temer (PMDB) recebe, nesta segunda-feira (7/11), cerca de 600 convidados no Palácio do Planalto para a entrega da Ordem do Mérito Cultural, feita, esse ano, em homenagem ao centenário do samba no Brasil. O evento será embalado por nomes como Neguinho da Beija Flor, Áurea Martins e Fafá de Belém e custou R$ 596,8 mil aos cofres públicos. As informações são do jornal A Folha de São Paulo.

Além do gasto em plena crise econômica, o Diário Oficial da União revela ainda que foram dispensadas duas licitações para a contratação dos cantores junto à empresa Treco Produções Artísticas Ltda. Para justificar as dispensas, o Ministério da Cultura afirma que os artistas são consagrados pela crítica e pela opinião pública.

Apesar de altos, no entanto, os custos foram menores que os da edição de 2015, quando o governo da então presidente Dilma Rousseff (PT) desembolsou R$ 1,1 milhão para o evento, que teve show de Caetano Veloso e homenageou o poeta Augusto de Campos.

Em resposta ao jornal, o Palácio disse apenas que o valor desembolsado é “justo e possível” pelo tamanho do evento e faz parte da política do governo de valorizar a cultura brasileira.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.