“Minha ação vai ser contundente e de fiscalização”, diz relator da CEI das Obras Paradas

Vereador disse que não vai temer encaminhar as denúncias para o Ministério Público e Polícia Civil

Vereador Delegado Eduardo Prado (PV) | Foto: Divulgação / Agência Câmara

O vereador Eduardo Prado (PV), relator da Comissão Especial de Inquérito que investiga a situação das obras paradas em Goiânia, diz que o trabalho está sendo desempenhado com “afinco e determinação” e que vai cumprir com o papel de fiscalização.

“Os gestores que não cumpriram e não regularizam as determinações que foram indicadas no parecer do Tribunal de Contas da União serão responsabilizados por ato de improbidade administrativa. Se houver algum ilícito penal que eu vislumbre, também serão indiciados. Não vou temer encaminhar para o Ministério Público e para a Polícia Civil”, declarou.

O vereador, que se diz independente afirma que foi procurado pelo Paço. “Eu não preciso de cargo da Prefeitura, inclusive me mandaram recado. Meu mandato pertence a sociedade. Minha ação aqui vai ser contundente e de fiscalização. Talvez por isso a prefeitura tentou até o último momento me tirar da relatoria”.

Como as obras paradas na capital envolvem muitas secretarias, o vereador diz que relatório da CEI deve ser feito de forma individualizada de acordo com as competências de cada Pasta envolvida.

“As obras que por ventura não foram retomadas apesar de vários ofícios da Caixa e dos tribunais de contas, nós vamos mandar os documentos para o Ministério Público de forma individualizada por Pasta. Se não conseguirmos em virtude do tempo vamos juntar tudo e mandar de uma vez só “, explica.

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.