Mineradora ilegal é fechada em Cavalcante

Empresa realizava exploração sem permissão e teve 11 máquinas, avaliadas em R$ 2,6 milhões, apreendidas

Mineradora sem licenciamento | Foto: Semad

Um mineradora ilegal foi fechada na quarta-feira, 24, no município de Cavalcante, na região da Chapada dos Veadeiros. A empresa estava sem licenciamento para explorar o local. A região passa, desde o início da semana, por um pente-fino da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), com o apoio das forças policiais do Estado.

Na área da mineradora foram apreendidas 11 máquinas, avaliadas em R$ 2,6 milhões, utilizadas para extração irregular de minério. Outros três maquinários já haviam sido apreendidos em outras localidades com atividade ilegal. A mineradora foi multada em R$ 169 mil, valor que ainda passará por análise de agravantes.

A Semad também enviou um despacho para a Agência Nacional de Mineração (ANM) e comunicou que a empresa realizava escavações fora da área licenciada e que há suspeitas de que explorava materiais não inclusos na permissão. O despacho pede que a ANM envie equipes para a região com urgência, sob risco de maiores prejuízos ambientais e das atividades econômicas legais.

Desmatamento

A força-tarefa deslocada para Cavalcante para conter crimes ambientais já embargou atividades de garimpo ilegal no Rio São Félix, além de autuar desmatamentos em outros pontos detectados e prossegue em atividade até a apuração completa da área de mais de 2.500 hectares.

Um dos locais em que os fiscais encontraram desmatamento recente pertence ao prefeito do município, Josemar Saraiva Freire, que, além de emitir uma licença irregular para a atividade, retirou vegetação nativa de uma área pública para benefício privado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.