MinC anuncia investimentos para setor audiovisual no Centro-Oeste

Além do região, Norte e Nordeste também farão parte de beneficiados com R$ 94 milhões para produtoras e programadoras de conteúdo

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, anunciou, nesta segunda-feira (7/8), um investimento do Ministério da Cultura (MinC) e da Agência Nacional do Cinema (Ancine), por meio do Fundo Setorial Audiovisual (FSA), de R$ 94 milhões para produtoras e programadoras de conteúdo para a televisão nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Outros R$ 6 milhões serão destinados para a região Sul e os estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Os R$ 100 milhões serão alocados neste semestre na linha de investimento Prodav 02, da Ancine. O anúncio foi feito durante o Seminário Descentralização da Produção Audiovisual no Centro-Oeste, Norte e Nordeste, durante o 27º Cine Ceará, em Fortaleza (CE).

O ministro explicou, durante o seminário, que, embora a Lei 11 473/2006 destine 30% dos recursos do FSA a produtoras brasileiras estabelecidas no Norte, Nordeste e Centro-Oeste, o percentual não é cumprido. “O objetivo é promover o desenvolvimento regional e assegurar os recursos previstos em lei para essas regiões”, afirmou Sérgio Sá Leitão.

“É preciso descentralizar o fomento e as políticas para dar conta de toda a diversidade do nosso país. A atividade de criação de propriedade intelectual está presente em todo o Brasil, não há razão para haver concentração”, destacou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.