Militares israelenses dizem ter matado comandante da Jihad Islâmica

Hussam Abu Harbeed, comandante da divisão norte da Jihad Islâmica teria sido morto em ataque aéreo israelense

Destruição após ataque a prédio em Gaza | Foto: Rizek Abdeljawad

Militares israelenses informaram que o comandante Hussam Abu Harbeed, da divisão norte da Jihad Islâmica, foi morto durante ataque aéreo israelense nesta segunda-feira, 17. Ao confirmar a morte do líder jihadista, os militares isralenses afirmaram que ele “estava por trás de vários ataques terroristas de mísseis antitanque contra civis israelenses”. Harbeed foi comandante por 15 anos na Jihad Islâmica, segundo informaram os militares.

No domingo, 16, um ataque israelense na Faixa de Gaza causou grande destruição e matou ao menos 42 palestinos, incluindo 10 crianças. Os ataques já completam uma semana. Segundo militares israelenses, as mortes de civis não foram propositais. Eles relatam que os jatos atacaram um sistema de túneis usado por militantes que desabou, levando casas abaixo. Para o Hamas, as mortes foram “premeditadas”.

Os mortos de Gaza somam 192, sendo 58 crianças, de acordo com o Ministério da Saúde, desde a última segunda-feira, 10. Entre os israelenses, 10 pessoas foram mortas, sendo duas crianças. O Exército de Israel afirma que o Hamas e outros grupos armados dispararam mais de 2.800 foguetes durante seis dias de conflito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.