Milhares de moradores de Vitória fazem Caminhada pela Paz

Segundo o prefeito da capital capixaba, mais de cinco mil pessoas compareceram neste domingo (12) para mostrar que superaram a “semana de trevas”

Milhares de pessoas fazem Caminhada pela Paz na orla da Praia de Camburi, em Vitória | Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Na manhã deste domingo (12/2), milhares de moradores de Vitória, capital do Espírito Santo (ES), participaram da Caminhada pela Paz. Com cartazes, camisetas e balões brancos, os capixabas que estiveram na orla da Praia de Camburi pediram o retorno à normalidade após os nove dias de paralisação dos policias militares no Estado.

Os policiais estão retornando ao trabalho de forma gradativa. Neste domingo (12), já eram 875 patrulhando as ruas das cidades do ES. Além disso, as Forças Armadas e a Força Nacional continuam no Estado, o que faz com que os capixabas comecem a retomar suas rotinas. Porém as mulheres e mães de policiais militares continuam acampadas em frente aos batalhões impedindo a saída de viaturas e de agentes em protesto por melhorias salariais.

Segundo o prefeito de Vitória, Luciano Rezende (PPS), o objetivo do ato é fazer que as famílias voltem a ocupar os espaços públicos da capital capixaba. “A vida no Espírito Santo é a cidade ocupada pelas famílias, os capixabas nas praias, andando de bicicleta, caminhando. É importante que essas imagens rodem o mundo e mostrem que os capixabas superaram essa semana de trevas que nós passamos”.

O prefeito informou que na segunda-feira (13) serão retomadas grande parte das atividades da rede municipal de ensino, das unidades de saúde e das repartições públicas. “A ideia é que a gente vá voltando ao normal gradativamente. A presença de mais de 5 mil pessoas aqui [na caminhada] mostra que este é um sentimento de todos nós: queremos retomar as nossas vidas”, acrescentou.

Homicídios

O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo informou que foram registrados 142 homicídios no estado desde sábado da semana passada (4) até as 10h deste domingo (12). O maior número de mortes violentas foi contabilizado na segunda-feira (6), com 40 homicídios. Neste sábado (11), houve dois homicídios.

A Secretaria estadual de Segurança Pública não divulgou até o momento um balanço das ocorrências desde o início da paralisação dos policiais militares. (Informações da Agência Brasil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.