Michel Temer volta a sondar Marta Suplicy para o comando do Ministério da Cultura

De acordo com a Folha de São Paulo, assim que voltar ao Brasil de viagem à Noruega, o presidente fará ofensiva sobre a senadora

Foto: Pedro França/Agência Senado

O presidente Michel Temer ainda não desistiu do nome da senadora Marta Suplicy (PMDB­SP) para o comando do Ministério da Cultura e fará uma ofensiva sobre ela na semana que vem, quando voltar ao Brasil de viagem à Noruega. A informação é da Folha de São Paulo desta quinta-feira (22/6).

De acordo com a publicação, o peemedebista escalou ministros e assessores para retomarem o diálogo com a senadora, que em uma sondagem anterior demonstrou resistência em
assumir o posto.

Marta, segundo relatos, considera que não valeria a pena a voltar ao cargo para um período de no máximo um ano e meio de governo.

Caso ela continue resistindo, o presidente cogita inclusive se reunir pessoalmente com ela. A senadora peemedebista assumiu o comando da pasta de 2012 a 2014, quando ainda estava filiada ao PT.

Se a senadora recusar mais uma vez, Temer trabalha com pelo menos três nomes: dos deputados federais Laura Carneiro (PMDB­RJ) e André Amaral (PMDB­PI) e do ator Jorge Coutinho, presidente presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões do Rio de Janeiro (Sated­RJ).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.