Michel Temer veta uso de armas de fogo por agentes de trânsito

A proposta alterava o Estatuto do Desarmamento e havia sido aprovada pelo Congresso Nacional no mês passado

Mayara Carvalho

O projeto de lei (PL 3624/08) que autorizava o uso de armas de fogo por agentes de trânsito foi vetado ontem pelo presidente da República, Michel Temer . Pelo texto, agentes de trânsito da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios poderiam usar armas mediante comprovação de capacidade técnica e aptidão psicológica.

O Ministério da Justiça, que orientou o presidente a vetar a proposta, argumenta que os agentes não exercem atividade de segurança pública.

“Os agentes aos quais o projeto pretende autorizar aquele porte não exercem atividade de segurança pública e, no caso de risco específico, há possibilidade de se requisitar a força policial para auxílio em seu trabalho”, afirmou o ministério, em nota.

A proposta alterava o Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/03), que autoriza o porte de arma para diversas categorias, entre elas: policiais (federais, civis, rodoviários, ferroviários, militares, bombeiros militares), integrantes das Forças Armadas, guardas municipais e auditores fiscais do Trabalho.

O projeto havia sido aprovado pela Câmara em 2015 e pelo Senado em setembro.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.