“Meus pesadelos nunca foram tão ruins”, diz Dilma sobre derrota da seleção brasileira

Dilma declarou que, como torcedora, sente muito pela derrota, mas que acredita que o Brasil é um país que se reergue diante dos desafios e das adversidades

dilma

Foto: Divulgação/CNN

A presidente Dilma Rousseff (PT), em entrevista exclusiva à CNN na manhã desta quarta-feira (9/7), disse que nunca imaginou, em seus piores pesadelos, uma derrota da seleção brasileira de futebol como a experimentada na última terça-feira (8) em partida contra a seleção alemã. O time brasileiro levou sete gols e conseguiu fazer somente um, sendo cinco gols já no primeiro tempo. “Meus pesadelos nunca foram tão ruins, nunca foram tão longe.”

Logo no início da entrevista, a jornalista Christiane Amanpour perguntou à presidente se ela acreditava que essa derrota daria forma a um humor geral em todo o país. Dilma sustentou não acreditar que algo assim poderia acontecer e reiterou a importância da experiência que os brasileiros tiveram de abrigar uma Copa do Mundo. “Sabemos muito bem que esta foi uma Copa de paz e alegria. O futebol é feito de vitórias e derrotas. E eu acho que ser capaz de superar uma derrota é a marca de uma grande seleção e de um grande país.”

Dilma declarou que, como torcedora, sente muito pela derrota, já que comparilha da mesma dor de todos os torcedores. “Mas eu também sei que somos um país que tem uma característica muito peculiar. Nós nos reerguemos diante dos desafios e das adversidades”, disse, concluindo a entrevista.

A matéria produzida pela CNN fala também da importância do desempenho da seleção canarinha na Copa na esfera política. A emissora lembra que Dilma é candidata à reeleição e colocou muitos esforços no mundial como uma oportunidade mostrar que o país é capaz. A rede cita também na reportagem os protestos que tomaram conta do Brasil e a revolta de parte dos brasileiros com os gastos com obras para a competição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.