“Meu projeto para 2018 é ser candidato ao Senado”, diz Vilmar Rocha

Com a disputa acirrada na base aliada do governo por vaga na chapa majoritária, presidente do PSD diz que teria espaço garantido em aliança com o MDB

O presidente do PSD em Goiás, Vilmar Rocha, disse nesta quarta-feira (13/6), durante sabatina do clube de repórteres políticos de Goiás, que seu projeto pessoal para 2018 é ser candidato ao Senado Federal.

“Meu projeto mesmo era ser candidato ao Senado. Sinto que estou preparado para isso e tive votação expressiva na eleição passada. Agora, se vou conseguir viabilizar politicamente minha candidatura ou não, vai depender do desfecho das coisas, mas estou em pré-campanha e visitando varias partes de Goiás”, disse.

Apesar de integrante da base aliada, Vilmar Rocha tem mantido diálogo com pré-candidatos da oposição ao governo. Segundo ele, não houve conversa com o grupo de Ronaldo Caiado (DEM) sobre vaga na chapa majoritária, mas o MDB de Maguito e Daniel Vilela teria feito convite para que ele fosse um dos nomes da chapa.

No âmbito da base, existe uma disputa acirrada entre o procurador Demóstenes Torres (PTB) e a senadora Lúcia Vânia (PSB) para decidir quem vai ocupar a segunda vaga para o senado — a primeira está reservada ao ex-governador Marconi Perillo (PSDB).

1
Deixe um comentário

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Janete Lucena Arantes

Bom candidato é o Vilmar, sério, honrado mas ta sem grupo infelizmente. Melhor continuar com o Marconi Perilo.