Metalúrgicos protestam em Anápolis contra cortes em incentivos fiscais

Setor automotivo é um dos principais atingidos pela medida do governador eleito

Foto: Divulgação

Os metalúrgicos que paralisaram o pólo industrial de Anápolis na manhã desta quinta-feira, 6, contra os cortes em incentivos fiscais anunciados pelo governador eleito Ronaldo Caiado (DEM). O trabalhadores temem a saída das empresas do Estado e o consequente desemprego em massa.

Em postagem no Facebook, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos Reginaldo Faria argumenta que se o incentivo for diminuído Goiás “vai voltar a ser um lugar deserto de empresas e milhões de postos de trabalho vão deixar de existir”. Reginaldo apela para que Caiado mude de postura, diante da quantidade de votos que recebeu em Anápolis.

Além de trabalhadores, empresários se unem ao movimento contra a medida que atinge toda a classe no Estado. O protesto ocorre em frente ao Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA). A CAOA é a principal empresa envolvida no movimento. Atuante no setor automotivo, que será um dos mais atingidos pelos cortes, a empresa gera 80 mil postos de trabalho entre empregos diretos e indiretos. Com a manifestação, a via principal do DAIA está interditada.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leonardo Lopes

Esse sujeito mal entrou no governo e já está fazendo merda…