Mesmo sem tornozeleira, pastor acusado de abusar do enteado deixa prisão

Marido da pastora Bianca Toledo estava preso há quase uma semana pelo crime de estupro de vulnerável 

Screen Shot 2013-12-17 at 11.52.22 PM

Divulgação/Facebook

Mesmo sem tornozeleira eletrônica, o pastor Felipe Heiderich, ex-marido da também pastora Bianca Toledo, foi liberado na madrugada deste domingo (10/7) do complexo penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O religioso estava preso há quase uma semana, acusado de abusar sexualmente do enteado de 5 anos.

Na sexta (8), atendendo a denúncia do Ministério Público, a Justiça revogou a prisão temporária do pastor, mas a determinação não pôde ser cumprida porque o Estado do Rio de Janeiro estava sem tornozeleiras eletrônicas.

Agora, conforme informações da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro, mesmo sem o equipamento, o pastor foi liberado.

Drama familiar

Marido da pastora Bianca Toledo, Felipe Heiderich foi preso na última terça-feira (5), após denúncia da esposa. Famosa por seus testemunhos devido a uma experiência de quase-morte, Bianca foi quem tornou o caso público, depois de anunciar nas redes sociais, na madrugada de quarta, o fim de seu casamento, alegando que o marido seria homossexual e pedófilo.

Em novo vídeo postado em suas redes sociais na última sexta-feira (8), a pastora diz que no momento só pensa em cuidar do filho e informou que passará um mês “sabático”, dedicado apenas a ele, refutando as acusações de que teria exposto a criança.

“Tudo que descobriram teve um impacto devastador em mim como esposa. Eu era apaixonada pelo meu marido! Mas jamais aceitaria uma atrocidade dessas. Hoje eu sei que não o conhecia”, escreveu Bianca.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.