“Mesmo enquanto estamos no meio da crise de Covid, devemos nos mobilizar para evitar a crise climática”, diz diretora do FMI

Segundo Kristalina Georgieva, investimentos verdes impulsionariam produto interno bruto global em média 0,7% nos primeiros 15 anos de recuperação

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse nesta segunda-feira, 12, que a mudança climática representa uma séria ameaça ao crescimento global. A representante ainda um apelo aos principais emissores gases do mundo que concordem com um piso para os preços do carbono.

Durante a reunião para debater o assunto, Georgieva direcionou fala a ministros da economia dizendo que os países também devem garantir que os investimentos verdes sejam incluídos nos recursos direcionados para conter a pandemia de Covid-19.

Ao fazer isso, segundo a representante do FMI, poderiam impulsionar o produto interno bruto global em 0,7% em média nos primeiros 15 anos de recuperação.

“Mesmo enquanto estamos no meio da crise de Covid, devemos nos mobilizar para evitar a crise climática”, disse Georgieva.

A reunião contou com a presença de ministros da economia de 52 países que trabalham para integrar as mudanças climáticas em suas políticas econômicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.