Mesmo com decreto, lojistas da região da 44 decidem manter portas abertas

Decisão foi firmada em reunião nesta segunda-feira, 16, e deve voltar a ser analisada em novo encontro dos empresários, previsto para antes da quinta-feira, 19

Região da Rua 44 | Foto: reprodução

Representantes dos empreendimentos da Região da 44 decidiram por manter as lojas em amplo funcionamento, contrariando recomendações do governador Ronaldo Caiado (DEM). A decisão foi tomada em reunião convocada emergencialmente pela Associação Empresarial da Região da 44 (AER44), que havia se reunido com o governador pela manhã, quando Caiado orientou pela suspensão das atividades.

De acordo com o presidente da AER44, Jairo Gomes, a reunião desta segunda não contou com o quórum de 100% dos representantes e que por isso o grupo deve se reunir antes da quinta para discutir as medidas, até lá os empresários seguem em atuação. Jairo afirmou que é necessário ampliar o diálogo com o Governo, mas afirma que o prazo estabelecido – quinta-feira, 19,  é curto.

“O movimento nas lojas já está reduzindo, então a circulação está menor”, afirmou o presidente, considerando que não há cenário de risco eminente na região. De acordo com o representante, a orientação firmada pelos empresários é pelo aumento dos cuidados para evitar a contaminação, aumentando álcool em gel disponível nas lojas.

“Claro que se houver aumento de casos iremos atender as recomendações”, afirma Jairo, que reitera a necessidade de manter o diálogo.

Demais locais 

O decreto vale para todos os shoppings e galerias de Goiânia. Até o meio da tarde, o SindiLojas, entidade que representa os lojistas do Estado, informou que ainda analisa as medidas que serão adotadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.