Mesmo com ato pró-governo marcado, empresários realizam manifestação contra Dilma

Evento em apoio à presidente Dilma Rousseff (PT) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está confirmado para as 18 horas na Praça Universitária; Mesmo assim, outro protesto acontece neste momento na Praça Cívica contra o governo federal

Manifestantes pró-impeachment foram para as ruas mesmo com ato a favor do governo federal marcado para o mesmo dia | Foto: Acieg

Manifestantes pró-impeachment foram para as ruas mesmo com ato a favor do governo federal marcado para o mesmo dia | Foto: Acieg

Desde a manifestação pró-impeachment da presidente da República Dilma Rousseff (PT) e contra a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como ministro-chefe da Casa Civil no último domingo (13/3), apoiadores do governo federal tinham anunciado um ato, nesta sexta-feira (18) às 18 horas. Em Goiânia, essa manifestação será iniciada na Praça Universitária.

Mesmo assim, empresários e entidades representativas de comerciantes pediram para que lojas e empresas fossem fechadas hoje ao meio-dia em convocação pelas redes sociais e grupos de WhatsApp para realizar uma manifestação pró-impeachment de Dilma e contra Lula na Casa Civil, com início às 15 horas desta sexta-feira.

O tenente-coronel Ricardo Mendes, assessor de comunicação da Polícia Militar (PM), informou que cerca de 1 mil pessoas participam do protesto e que o anel interno da Praça Cívica está interditado. Os manifestantes usam, além de um carro de som, caminhões, com buzinaço para chamar a atenção de quem passa pelo local.

De acordo a PM, não houve qualquer ocorrência até o momento. “A Polícia Militar não trabalha com a hipótese de possível conflito violento entre a manifestação de agora na Praça Cívica e a que está marcada para as 18 horas”, afirmou o assessor da corporação.

Entre os apoiadores desse protesto convocado hoje, está a Associação Comercial, Industrial e de Serviços do Estado de Goiás (Acieg), que tem postado vídeos e fotos do ato contra o governo federal na Praça Cívica. “Buzinaço está acontecendo na Praça Cívica ‪#‎descepracívica‬“, postou a Acieg no Facebook.

Na semana passada, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, comunicou a militância do partido e pediu para que pessoas que apoiam o governo federal, Dilma e Lula, que não fossem às ruas no domingo passado.

Assim como aconteceu no dia 13 de março, o governo estadual em Goiás anunciou que garantirá, por meio da Polícia Militar (PM), a segurança e evitará conflitos que forem causados por grupos contrários à manifestação pró-governo federal de hoje.

Veja vídeos divulgados pelo perfil oficial da Acieg nesta tarde:

 

Deixe um comentário