Mercado Pet cresce 40% em 2021, diz Sebrae

Entre microempreendedores individuas (MEI), alta foi de 46% no mesmo período. Já em relação a micro e pequenas empresas, aumento foi de cerca de 39%

Mercado de Pets cresceu 40% em 2021. | Foto: Reprodução.

Um levantamento feito pelo Sebrae apontou que o mercado pet cresceu mais de 40% neste ano em comparação com 2020. De acordo com a entidade, o sucesso do ramo se deve ao aumento de animais em lares brasileiros. Entre microempreendedores individuais (MEI), a alta foi de mais de 46%. Já com relação a micro e pequenas empresas, foi cerca de 39%.

Em outras pesquisas, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), o Sebrae já havia apontado que o mercado pet foi o que apresentou menor queda de faturamento na pandemia. O especialista da entidade, Cadu Santiago, justificou o fato com a adoção do homeoffice e o isolamento social.

Além disso, o gerente de competitividade do Sebrae apontou que muitas pessoas se viram obrigadas a começar um negócio e empreender. “É importante que eles tenham um bom planejamento e se preparem adequadamente para se manter no mercado, pois apesar do aumento da demanda, também houve aumento da concorrência”, observou o especialista.

Outro fator que pode dificultar a manutenção desses profissionais no mercado é o aumento dos produtos com a inflação. Para isso, é importante que os empreendedores diminuam gastos e evitem repassar aumentos para seus clientes.

Com a alta demanda deste mercado, é preciso acompanhar de perto o desenvolvimento. Terá maior vantagem a empresa que ganhar confiança dos clientes. Para isso, o bem-estar do animal deve ser prioridade no atendimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.