Mensagem falsa nas redes sociais desinforma sobre cura 100% eficaz para Covid-19

Resultado da pesquisa do Instituto Vital Brazil é animador em cavalos, mas ainda não há autorização para testes em humanos e nem resultados conclusivos

Pesquisa será iniciada em humanos assim que for autorizada| Divulgação/ Instituto Vital Brazil

Uma mensagem divulgada nas redes sociais desinforma ao divulgar que o Instituto Vital Brazil encontrou uma cura 100% eficaz para Covid-19. No texto, a cura para a doença resultante do coronavírus é atribuída a uma pesquisa feita com cavalos resultaria na cura da doença em humanos. Mas até a grafia do nome do Instituto está errada. O Vital Brazil afirma que ainda não achou a cura e que a mensagem é falsa.

A pesquisa realizada pelo Instituto Vital Brazil de fato existe e foi iniciada em maio de 2020. Na busca da cura da Covid-19 foi utilizado o soro proveniente de cavalos. Em quatro dos cinco cavalos que receberam a proteína S recombinante do coronavírus, houve aumento de 20 a 100 vezes mais anticorpos neutralizantes contra o novo vírus do que os plasmas de pessoas que tiveram a doença. 

Apesar do resultado animador nos equinos, a eficácia em humanos ainda não pode ser comprovada, pois os testes ainda não foram iniciados. Essa será a próxima fase do estudo, que já passou pela fase de laboratório. A testagem em humanos será iniciada após a aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e do Conep (Comissão Nacional de Ética em Pesquisa). Assim que aprovada, a pesquisa será realizada em parceria com o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (Idor), em 41 pessoas. 

Caso comprovada a eficácia da soroterapia, a vacina ainda será vital, pois o soro não substitui a imunização preventiva. O tratamento por meio do soro funciona para neutralizar o agente causador da doença em pessoas que estão com o vírus no corpo, enquanto a vacina tem por objetivo prevenir que as pessoas sejam contaminadas pelo vírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.