Menino que nasceu com dois pênis faz cirurgia para remover um dos órgãos

Segundo um estudo a respeito desse caso, publicado na revista Science Direct, essa anomalia biológica tem incidência rara

Um menino de 7 anos no Uzbequistão com dois pênis totalmente desenvolvidos passou por uma cirurgia para remover um dos órgãos.

Segundo um estudo a respeito desse caso, publicado na revista Science Direct, essa anomalia biológica tem incidência rara, ocorrendo uma vez a cada 5 ou 6 milhões de habitantes.

De acordo com o artigo, o garoto também nasceu sem ânus.

Antes de passar pela cirurgia, os médicos que atenderam o menino fizeram exames de imagem que mostraram que o paciente tinha uretra, o canal para passagem de urina da bexiga, nos dois pênis. Os canais se ligavam a uma única bexiga.

No estudo, os cientistas dizem que, desde o século 17, foram registrados pouco mais de 100 casos de pênis duplicados. A maioria dos casos está relacionada a malformações urogenitais, anorretais ou anomalias musculoesqueléticas. As anomalias urogenitais associadas incluem situações como extrofia (exposição para fora do abdômen) ou duplicação da bexiga.

A difalia, nome científico dado para a duplicação de pênis, pode causar problemas nos testículos, no trato digestivo e urinário.

Durante a cirurgia, o menino teve órgão esquerdo removido, com o fluxo de urina sendo direcionado para o lado direito. O paciente se recuperou completamente depois de dois meses, quando conseguiu voltar a usar o banheiro. (com informações do Portal UOL)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.