Menino matou mãe e irmão porque foi proibido de usar celular para jogar

Garoto de 13 anos disse a polícia que estava sofrendo pressão crescente da família por notas boas e que teve o celular confiscado pelo pai

O menino de 13 anos confessou a polícia que matou a mãe, o irmão e ainda atirou no pai porque havia sido castigado com a proibição do uso de celular e jogar online. O crime aconteceu na Paraíba. O garoto disse à polícia que foi a “gota d’água” se sentir pressionado para estudar e fazer tarefas domésticas.

No dia do crime, o pai do garoto havia pegado o celular do filho como forma de castigo por notas baixas na escola.

O homem baleado está internado na ala vermelha do Hospital de Trauma de Campina Grande. Seu estado de saúde é grave, mas estável, de acordo com o médico Caio Guimarães. O cirurgião contou que conversou com o policial militar reformado e disse que ele já não sente mais muitas dores. O profissional relatou que o paciente ainda não passou por nenhum procedimento cirúrgico, pois continua em observação neurológica pela equipe da unidade. Há fragmento do projétil alojado em sua coluna, e ele apresenta dificuldade em mover a parte inferior do corpo. “Ele está com déficit motor e sensitivo nos membros inferiores, está sendo avaliado dia a dia para ver questão de sequelas”, disse Guimarães, acrescentando que o paciente precisa de observação por conta da lesão, para que a equipe possa decidir se mantém a conduta conservadora ou se faz a intervenção cirúrgica.

O PM foi atingido no tórax, na tarde do último sábado, quando chegou à casa onde morava com a família e se deparou com a mulher morta com um tiro na cabeça, disparado pelo filho mais velho do casal. Ao ver que o pai tinha voltado para casa, o adolescente atirou também contra ele. O PM foi atingido na área do tórax. Assustado com a situação, o filho mais novo, de 7 anos, foi até o pai e o abraçou, momento em que seu irmão fez o último disparo, atingindo a criança nas costas, que também morreu. O atirador ainda tentou negar o crime, dizendo à polícia que houve um assalto.

19 respostas para “Menino matou mãe e irmão porque foi proibido de usar celular para jogar”

  1. Avatar MARCELO NUNES BANDEIRA RONER disse:

    Esse mlk merece queimar no limbo , que coisa horrorosa , Deus tenha misericórdia de todos nós.

    • Avatar Matheus disse:

      esse menino é o próprio filho do diabo!

    • Avatar Sabrina disse:

      É um recado para as pessoas que são a favor do armamento da população. Essa tragédia horrível só acontece porque havia arma em casa. Não fosse a arma em casa, ele só teria dois trabalhos, ficar chateado pelo castigos e deixar passar, no máximo fugiria de casa e voltar depois. A culpa é de quem deixa uma arma em um lar, só isso! Acordem Brasil

      • Avatar Gleice disse:

        Ele poderia ter utilizado qualquer coisa para ferir ou matar os pais e o irmão, poderia ser uma arma branca,
        Pessoas matam… o que falar do casal de mulheres que matou e esquartejou um menino em Brasília, vai proibir o uso de facas também?

      • Avatar Peres disse:

        Que militância ridícula e falácia contraditória. Já ouviu falar em arma branca? Para de querer justificar o erro desse moleque fazendo militância. Se não fosse com arma de fogo, teria sido com uma faca, uma tesoura, facão ou até mesmo com umas tijoladas. A índole do menino que é ruim.

      • Avatar José messias disse:

        Ele poderia pegar a faca na cozinha, a arma tem que ficar fora do alcance de crianças, não ter arma não muda o caráter de pessoas

      • Avatar Flavia Ramon disse:

        A culpa é da arma ou da índole de quem a maneja? Ele poderia fazer na escola com um parente seu, poderia sequer ter acontecido dentro de casa.

      • Avatar FERNANDA CRISTINA VIEIRA FRANGIONE disse:

        Você por um acaso leu? Viu que o pai é um PM? O que ele vai guardar em casa? Linha de pipa? E quem quer matar mata até com faca de rocambole!

      • Avatar Fulvio Stelli disse:

        Errado. Armas não agem sozinhas o que de fato você não quer ver é que a rigidez na formação moral e respeitosa das crianças deve ser sempre mantida, educar é sua tarefa e de sua esposa. Sempre tive armas em.casa e meus 4 filhos desde pequenos aprenderam a fazer tudo em.casa, todos usam todos limpam, enquanto.viverem.sob o teto de pai e mãe vão obedecer a ambos pois se estão vivos devem isso aos cuidados recebidos desde seu nascimento.
        Há limites sociais e familiares, leis sociais e leis familiares ao as ignorar há um custo por agir assim. Chega de formarmos arremedos de humanos, responsabilidade é o ouro da liberdade. Por isso tantos marginais não há mais punição severa. Triste essa ignorância quanto as armas.

    • Avatar Emanuel Rauan de Sousa Carvalho disse:

      Você tá dizendo pra uma criança/adolescente queimar no infeno?Isso não é comportamento de cristão!

  2. Avatar Roberto disse:

    As leis precisam mudar. Infelizmente!!! Tempos mudaram, sabemos que a lei e frágil e logo esse assassino estará livre com ficha limpa. Se matou a mãe irmão de 7 anos imagina outra pessoa será nada. Vai pisar como formiga…

  3. Avatar Apolo disse:

    A proibição deveria começar deste os 2 anos de idade. Se você deixa um ”leão ” viver livremente por 13 anos, e depois chega de uma vez para o dominar, ele jamais vai aceitar.

    Oro pelo pai, e por este filho, para que ele um dia seja luz.

  4. Avatar REOBE disse:

    OS CRISTAOS SAO CRITICADOS TODOS OS DIAS POR CONDENAR O USO INDISCRIMINADO DE DETERMINADOS CONTEUDOS DA INTERNET, PRINCIPALMENTE ESSES JOGOS ON-LINE QUE INCITAM A VIOLENCIA

  5. Avatar Pudim disse:

    Caso não se arrependa, merece o inferno. Mas a pena de morte ajudaria bastante nesse arrependimento.

  6. Avatar Terezinha Alves disse:

    Um fato como esse não deve servir para julgar o adolescente nem sua família, mas é uma fatalidade que dever servir de alerta a todos nós com relação à pemissividade que damos a nossas crianças com relação à tecnologia e à negligência de todos nós quando não nos preocupamos no impacto da invasão do nosso lar por todas as interferências externas. Este adolescente não chegou a este momento sozinho…

    • Avatar Emanuel Rauan de Sousa Carvalho disse:

      Verdade,mas a pressão que os pais botam nos filhos nos filhos é muito grande,falo isso como um pai de 24 anos!O comportamento do garoto foi inaceitável,mas, o tempo que o menino teve que aguentar com a pressão psicológica,tanto em notas quanto nas tarefas domésticas e ainda castigar por causa de um erro?Nenhuma criança devia viver sem amigos proibir elas de brincarem é um ato que vai contra os direitos delas!Uma hora ela não ia aguenatar mais e todo estresse acumulado ia “explodir” alguma hora.Não estou defendendo o garoto,pois sua atitude está errada,mas a culpa não foi só dele.

  7. Avatar Cristiano disse:

    Geração podre vem coisa piores ainda…ser humano uma raça que não deu certo…

  8. Avatar Helena Lira disse:

    O problema não está na arma em si, mas no comportamento do adolescente que cometeu tal infração. Se não houvesse arma de fogo, ele poderia se utilizar de arma branca( faca, foice, etc)
    ou envenenamento, asfixia etc.
    A questão está o que está sendo alimentado na alma, no coração dessa nova geração. O acesso indiscriminado a conteúdos impróprios, a inversão de valores e a fomentação do contínuo desrespeito as autoridades e as instituições sociais (família, escola, igreja etc).

  9. Avatar Vania Martins disse:

    A influência dos jogos nas crianças é muito grande, hoje em dia não brincam mais , estão presas diante de uma tela , culpa nossa mesmo , que entregamos celulares a eles desde pequeninos afim de distraí-los, sem pensar nas consequências futuras. Deem limite a seus filhos, essa geração está totalmente cheia de direitos e sem limites.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.