Mendanha acredita que gestores podem mostrar ao Governo importância da permanência na CDTC

Prefeito de Aparecida criticou saída do Estado e disse que transporte público é crucial para desenvolver região metropolitana

Gustavo falou sobre o tema durante abertura do Prefeitura em Ação | Foto: Rodrigo Estrela

“Um governante não pode se furtar das decisões que são importantes e o transporte com certeza é uma das áreas mais importantes para o desenvolvimento da região metropolitana”, afirmou o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), durante a abertura da 14ª edição do Prefeitura em Ação, que beneficia a região do setor Jardim Olímpico durante toda esta semana.

A fala de Gustavo aborda a saída do governo estadual da Companhia Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC), da qual ele já foi presidente. “Seria uma grande perda para todas as cidades. Teríamos tarifas diferenciadas e não única como é hoje, na região metropolitana. E quem perderia é a população”, lamentou ele, que classifica a retirada da administração estadual como absurda.

Questionado sobre a posição dos prefeitos, Mendanha afirma que todos deverão se envolver e mostrar ao governador a necessidade do Estado estar não só com recursos, mas como um dos principais protagonistas do transporte metropolitano.

Na ocasião, Gustavo também abordou sobre a tarifa. Ele explicou que está previsto no contrato o reajuste anual, mas é preciso discutir e ver qual percentual aplicar.

Avanços

“Eu sou um crítico do transporte público, mas em Aparecida conseguimos avançar muito, principalmente no ano passado, quando tivemos novas linhas. Hoje temos o transporte interbairros e com mais de 300 quilômetros de trajeto, mas ainda precisamos melhorar muito”, celebrou a situação do município.

Para ele, é necessário tornar o transporte público mais atrativo, pois com isso as pessoas deixarão de utilizar seus carros de passeio. “Melhora a mobilidade, o tempo no trânsito… Eu sei que é muito importante”, finalizou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Oliveira

Tá de brincadeira falar em deixar o carro em casa pra andar de ônibus. O custo do quilometro rodado por carro hoje é mais barato do que o do ônibus em até 13 quilômetros percorridos. No carro tenho conforto e me deixa na porta da minha necessidade. Realmente prefiro que o estado saia da CDTC e que a CMTC mostre para o que veio.
Olha no que deu só da AGR, estado, analisar a tarifa já fala em aumento de preço da viagem por ônibus.