Meirelles crítica justificativa do Banco Central de que inflação foi causada pela pandemia

Para ex-presidente do Bacen, a justificava dada para alta do IPCA está incompleta e omite insucessos do governo em controlar a desvalorização do real

Henrique Meirelles foi presidente do Banco Central. | Foto: reprodução

O ex-presidente do Banco Central (Bacen) Henrique Meirelles (MDB) criticou a justificativa do Bacen para a alta da inflação em 2021. Em carta aberta, dirigida ao ministro da Economia Paulo Guedes, na última terça-feira (11), o presidente da autarquia afirmou que o que ocorreu foi “um fenômeno global” que atingiu “a maioria dos países avançados e emergentes”.

O autor da carta, Roberto Campos Neto, presidente do Bacen, englobou como justificativa um desequilíbrio na cadeia global de produção em decorrência da pandemia. Henrique Meirelles apontou que a afirmação não é falsa, mas faltam análises sobre outros aspectos que influenciaram na alta da inflação, como inseguranças em relação a questões fiscais que impediram que o dólar caísse.

Meirelles ressaltou que a questão da alta demanda e pouca oferta de bens de consumo foi um dos motivadores da inflação. Contudo, pontuou que em situações assim medidas podem ser tomadas para evitar que os preços subam demais, o que não foi feito no Brasil.

Para o político, a demanda mundial cresceu e os produtos aumentaram de preço. “Esse foi, de fato, um dos motivos. Faltou deixar claro o quanto as inseguranças em relação a questões fiscais impediram que o dólar caísse diante desse cenário e aliviasse a alta dos preços” afirmou, Meirelles

Inflação em 2021

De acordo com informações divulgadas, na última terça-feira (11), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), responsável por medir a inflação oficial do Brasil, encerrou 2021 com alta de 10,06%. O número é superior ao limite máximo de 5,25%.

A medida fez com que o ano fosse marcado por alta nos preços de alimentos, combustíveis e energia elétrica. Fatores como elevação nos preços internacionais de commodities, aceleração da inflação mundial e a desvalorização do real frente ao dólar, contribuíram negativamente para esse processo. Atualmente, o valor do dólar em relação ao real está acima dos R$ 5,50.

2 respostas para “Meirelles crítica justificativa do Banco Central de que inflação foi causada pela pandemia”

  1. Avatar JAMIL APARECIDO DE SOUZA COSTA disse:

    Meireles e bop são presidentes de BC e, viveram para ocupar o cargo em momento diferente. Meireles foi convidado pelo lula trabalhista que, combateu a inflação, e levou o Brasil a um estágio de desenvolvimento inédito, contribuindo para colocar o banco central no topo de autoridade monetária internacional. O BOp, representante de banqueiros tradicionais, se utiliza do nome BC retomando práticas nocivas da economia e a integridade ética do BC.

  2. Avatar Maria disse:

    Baixar ARTIFICIALMENTE, IRRESPONSAVELMENTE, INDISCRIMINADAMENTE ETC a Selic = Dólar ALTÍSSIMO = INFLAÇÃO = ENORMES DISTORÇÕES NO MERCADO. Prática esta que foi iniciada no governo Temer e acentuada pela Tríade de IMBECIS do Bolsonaro + Paulo Guedes + Roberto Campos (Banco Central). ;)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.