MEC prioriza bolsas da Capes para universidades que participam do Future-se

Órgão vai receber, via e-mail e site, sugestões de aprimoramento à proposta entre 3 e 24 de janeiro 

Abraham Weintraub no lançamento projeto em julho | Foto: Reprodução

O Ministério da Educação (MEC) divulgou na edição do Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 3, a abertura da segunda consulta pública do programa Future-se, que tem o intuito de aumentar autonomia financeira, administrativa e de gestão das universidades federais através do incentivo à iniciativa privada.

Depois de passar por uma reformulação, o texto do projeto apresentou algumas mudanças nos eixos de “Pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação”, “Empreendedorismo” e “Internacionalização”.

As alterações priorizam que as bolsas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) sejam concedidas para as universidades participantes do Future-se. Além disso, o projeto reforça que as universidades que alcançarem “resultados esperados” receberão recursos orçamentários adicionais captados de fontes privadas.

O programa foi lançado em 17 de julho de 2019 e foi rejeitado pela maioria da universidades federais brasileiras. Uma das maiores críticas das instituições é sobre a possível precarização dos recursos causada pela privatização.

O envio das sugestões podem ser realizados por meio do envio de e-mail para o endereço [email protected] ou pelo site http://www.participa.br/future-se.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.