MEC adia provas do Enem de sete escolas em Goiás. Veja lista e nova data

No total, 4.113 estudantes goianos serão afetados pela mudança; de acordo com o Inep, a nova aplicação do exame será em tempo hábil para utilização dos resultados no SISU

O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta terça-feira (1º/11) que os estudantes que fariam o Enem nas escolas ocupadas farão nova prova nos dias 3 e 4 de dezembro. O restante dos alunos continuarão fazendo as provas no próximo final de semana (5 e 6/11).

Em Goiás, sete escolas ocupadas estão na lista do MEC e, no total, 4.113 participantes serão afetados pela mudança. Eles serão avisados pelo Inep por meio de SMS, e-mail e divulgação no site. Será possível, também, se informar pelo aplicativo Enem 2016 ou se informar pelo telefone 0800 616161.

Quem faria prova no Instituto Federal de Goiás (IFG) nos campi Aparecida de Goiânia (blocos B e C), Formosa e Jataí, no Instituto Federal Goiano (IFGoiano) de Iporá e na Universidade Federal de Goiás (UFG) nas unidades regional SantAna e Faculdade de Direito na Cidade de Goiás e no Campus Jatobá (central 01 e 02), na cidade de Jataí, terá o exame realocado pelo MEC.

Em todo o país, 304 locais de realização da prova estão ocupados, o que afetará 191.494 estudantes, 2,22% do total de participantes do Enem 2016. Confira a lista completa com todos os locais de prova que estão ocupados aqui.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a mudança dos locais de prova na véspera da aplicação coloca em risco a segurança do Enem. “O exame exige um plano logístico de distribuição do material, com rotas pré-definidas, escoltas policiais e efetivo policial destacado para a operação”, explicou o instituto.

O Inep explicou, ainda, que não há como realocar os estudantes, já que “a alteração desses locais implica em reprocessar todo o material para readequação da nova logística. O local requer, ainda, estrutura mínima para receber a aplicação, ter acessibilidade para deficientes físicos (banheiros adaptados, mobiliário adequado para cadeirantes, surdos, cegos e à faixa etária), além de salas extras e estudo de plano de risco.”

O instituto também afirmou que mesmo que as escolas sejam desocupadas até o dia 4/11 — um dia antes do Enem — não haverá aplicações das provas nesses locais, uma vez que o prazo estabelecido era até 31/10, a última segunda-feira. Caso mais locais sejam ocupados, a aplicação de provas neles também será adiada para os dias 3 e 4/12.

De acordo com o MEC, A nova aplicação será em tempo hábil para a utilização dos resultados no SISU, Fies e Prouni. Do ponto de vista da prova, os novos itens serão equivalentes, de modo a garantir a isonomia do Enem.

O Inep está preparando um plano logístico para garantir a segurança e tranquilidade da aplicação das provas no início de dezembro. Os novos locais de prova serão divulgados oportunamente.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.