MDB recorre de decisão que anulou eleição do partido

“Adib está esperneando para tentar reverter sua expulsão do MDB”, diz Daniel Vilela

Fotos: Reprodução

O diretório estadual do MDB entrou com recurso no Tribunal de Justiça do Estado da decisão do juiz Sandro Fagundes, que determinou nesta quinta-feira, 2, a anulação da eleição para o comando da sigla, realizada no final de janeiro. O recurso tem efeito suspensivo, o que significa que até que seja julgado o mérito pela segunda instância, o resultado da eleição está mantido.

A ação foi ajuizada pelo prefeito de Catalão Adib Elias, recentemente expulso da legenda por infidelidade partidária, que argumenta que o edital de convocação do pleito foi divulgado sem que houvesse prazo hábil para apresentação da chapa concorrente.

“Trata-se de uma decisão da primeira instância baseada nos mesmos argumentos apresentados em janeiro, que foram derrubados pelo TJ-GO. Então temos total tranquilidade de que o Judiciário vai manter o resultado da eleição, que seguiu à risca o estatuto partidário”, afirma o presidente estadual do MDB, Daniel Vilela.

Segundo diretório estadual do partido, o estatuto do MDB determina que o edital seja publicado até 8 dias antes do pleito, prazo que foi cumprido. Além disso, o MDB goiano argumenta que, em reunião ordinária realizada em outubro, a Executiva já havia definido que a eleição seria realizada em janeiro. Na ocasião, todos os dirigentes partidários daquela época, incluindo Adib Elias, teriam sido convocados para a reunião. No entanto, Adib não teria comparecido e justificado sua ausência. 

“Adib está esperneando para tentar reverter sua expulsão do MDB e usar o partido para barganhar cargos no governo do Estado. Depois de dizer que seria uma espécie de primeiro-ministro de Goiás, ele se viu diminuído politicamente ao ser desprestigiado pelo governador e tenta se escorar no MDB para resolver suas questões pessoais”, conclui Daniel Vilela.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.