“MDB foi eleito na oposição e vai ficar até 2022”, diz Daniel Vilela sobre aproximação da base

Daniel ainda salienta que o partido tem suas agendas próprias e discussões internas

Daniel Vilela | Foto: Divulgação Prefeitura de Goiânia

O presidente estadual do MDB, Daniel Vilela, disse em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira, 22, que a sigla deve se manter na oposição até 2022. No ano eleitoral, segundo o emedebista, os membros do partido devem se reunir para tomar a decisão.

“O MDB foi eleito na oposição e vai ficar assim até 2022. No ano que vem, o partido se reúne no momento adequado para tomar as decisões eleitorais pensando para os próximos 4 anos. Só vai acontecer ano que vem”, aponta.

Nos bastidores há especulação de Daniel, após encontro com Caiado, tenha se aproximado do governo, o que poderia render parceria para disputa ao Senado ou mesmo uma vaga a vice no ano que vem.

Daniel ainda salienta que o partido tem suas agendas próprias e discussões internas até a decisão do que fazer, o que só deve ocorrer mesmo em 2022. “Tivemos muitos filiados nas eleições municipais e vamos buscar pensando nas próximas eleições. O trabalho será realizado neste ano, para o ano que vem é apenas realizado”, diz.

O presidente do MDB ainda afirmou que não há preocupação sobre desfiliação de prefeitos do MDB para partidos da base caiadista. Segundo ele, os eleitos estão comprometidos com o partido.

Renda Família

Daniel reforçou que o Renda Família, lançado na manhã desta segunda, se trata de um legado do grupo político eleito para a prefeitura em 2020. “É um projeto que tem a cara desse grupo político que ganhou as eleições, que à época era liderado por Maguito, e hoje é pelo prefeito Rogério Cruz, é algo além da questão material”, avalia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.