Max Menezes é empossado como deputado estadual

O emedebista foi empossado nesta terça-feira, 29, no lugar do ex-deputado Humberto Aidar (MDB), que agora está no Tribunal de Contas dos Municípios de Goiás (TCM)

Durante sessão ordinária da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) desta terça-feira, 29, o ex-secretário de Desenvolvimento Urbano da Prefeitura de Aparecida de Goiânia Max Menezes (MDB) foi empossado como deputado estadual, pelo presidente da Casa, Lissauer Vieira (PSD). O emedebista assume a cadeira de Humberto Aidar, que renunciou ao cargo após ser indicado para o Tribunal de Contas dos Municípios de Goiás (TCM-GO). Com a posse, ele se torna o único representante da cidade de Aparecida de Goiânia no Alego atualmente e terá dez meses para auxiliar o município e os outros 245 municípios goianos.

Apesar de estar na oposição ao governador Ronaldo Caiado (União Brasil), o político disse que se torna um dos 41 parlamentares, “acima das bandeiras partidárias”. “Temos um único objetivo, administrar e auxiliar a administração de um Estado pujante, independente da sigla. Tenho um compromisso com o povo do Estado, com a cidade de Aparecida de Goiânia e com os outros 245 municípios de Goiás. Tenho respeito e compromisso com uma pessoa de quem herdei, que foi o meu pai, o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, Ademir Menezes”, discursou o emedebista.  

Ao assumir o cargo agora, Max tem pouco mais de nove meses de mandato, já que, no início de 2023, assumem os parlamentares que forem eleitos no pleito deste ano. Ainsa assim, Menezes garante que ainda que com pouco tempo, ‘não será difícil de cumprir todos os seus compromissos com o Estado’. “Serei o primeiro representante [de Aparecida] nestes quatro anos e agora represento os 21,8 mil votos que recebi somente na cidade de Aparecida. Contem comigo hoje e sempre”, argumentou o político.  

A posse aconteceu com a presença do presidente do Diretório Regional do MDB Goiano e pré-candidato a vice-governadoria de Goiás, Daniel Vilela, o vice-prefeito de Aparecida de Goiânia, Vilmar Mariano (sem partido), o vice-presidente da Câmara Municipal de Aparecida, Fábio Ideal, e também do ex-governador e ex-prefeito de Aparecida de Goiânia Ademir Menezes, que é pai de Max. O atual prefeito, Gustavo Mendanha (sem partido), de quem Max deve fazer parte da base não participou da posse

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.