Ao defender ações do governo federal, Marina Sant’Anna diz que Ronaldo Caiado é um partidário fanático

A candidata afirma que Caiado “é um parlamentar de extrema direita, absolutamente sectário e com certa dificuldade de reconhecer os ganhos de um governo que é de oposição”

marina caiado

A assessoria de imprensa da candidata ao Senado Marina Sant’Anna (PT) divulgou nota nesta quinta-feira (4/9) em que a petista critica seu maior adversário, Ronaldo Caiado (DEM). Em um texto que inicia exaltando predominantemente o apoio às políticas públicas do governo federal, a candidata afirma que Caiado “é um parlamentar de extrema direita, absolutamente sectário e com certa dificuldade de reconhecer os ganhos de um governo que é de oposição”. “ “Sei que Ronaldo Caiado (DEM) é uma grande liderança, mas tem um nível de isolamento muito grande”, afirma a petista.

No texto, a candidata elogia ações do governo federal, citando dados do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), que registrou superação da pobreza de 117 milhão de brasileiros, dizendo enxergar esses números como “vitória”. Sustentando ser imensamente significativa a implementação dessas políticas, ela pede o voto da população dizendo: “Para garantir o não retrocesso do que já foi conquistado o eleitor deverá optar por um representante que verdadeiramente esteja disposto a dialogar com as demais esferas do poder.”

A petista também chama Caiado de “bloqueio ao bom andamento de uma política que está dando excelentes resultados”. “Ronaldo Caiado é contra todas as políticas que ajudam a diminuir as desigualdades sociais no Brasil. E as melhorias são comprovadas por estudos e pesquisas que avaliam a qualidade de vida do cidadão. Houve a valorização do salário mínimo, por exemplo, implementação do Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), alfabetização de adultos, Cmei (Centro Municipal de Educação Infantil), entre outras ações. Esses programas atingem parcela da população que, antigamente, não tinha qualquer acesso a estes benefícios e que, mesmo hoje, não conseguiria alcançá-los por conta própria”, sustenta Marina.

A petista, ao longo do texto, garante ainda que caso seja eleita irá ampliar os benefícios movidos pelo governo federal, dizendo ser inegável a evolução na qualidade de vida da população mais carente do país.

A assessoria do candidato Ronaldo Caiado disse simplesmente que o democrata “não irá baixar o nível da campanha”. “Caiado vai continuar defendendo os goianos com suas propostas e ações de defesa do Estado de Goiás, como a luta para salvar a Celg, a luta por segurança, hospitais regionais e dignidade ao povo do entorno do DF”, afirmou à reportagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.