Marconi: “Vamos destinar R$ 200 milhões para convênio em obras com as prefeituras”

Governador ressaltou que recursos serão apenas para obras e que valor não inclui parceria nas áreas de Educação, Saúde e Segurança Pública

Marconi anuncia reuniões com todos os prefeitos eleitos | Foto: Eduardo Ferreira

Marconi anuncia reuniões com todos os prefeitos eleitos | Foto: Eduardo Ferreira

Em entrevista coletiva à imprensa nesta segunda-feira (31/10), o governador Marconi Perillo (PSDB) anunciou que destinará R$ 200 milhões do Orçamento do ano que vem para a execução de convênios com todas as prefeituras do Estado em obras de mútuo interesse.

“Estamos abertos para todos os que quiserem ter uma boa relação com o governo e realizar parceiras. Esses convênios serão apenas para obras. Não incluem as obras que o Governo vai realizar no estado inteiro por conta própria e as outras parcerias, como nas áreas de Educação, Saúde, Segurança Pública, que envolvem recursos vinculados”, afirmou.

O governador afirmou que os projetos de convênio entre o Estado e as prefeituras serão coordenados pelo secretário de Governo, Tayrone Di Martino (PSDB), e começarão a ser discutidos de imediato. “A partir dessa semana, começo a me reunir todos os prefeitos eleitos. Estaremos abertos a todos aqueles que quiserem discutir projetos e firmar parcerias”, diz.

A agenda de encontro do governador com prefeitos eleitos tem início nesta semana, com jantar para os 99 prefeitos eleitos do PSDB (77) e PP (22). “No decorrer dessa semana provavelmente recebo os demais em audiência ou almoço. Ainda vou receber neste ano os prefeitos das cem maiores cidades de Goiás para discutirmos medidas de interesse para Goiás”, afirmou.

Marconi também afirmou que até o fim de fevereiro de 2017 se reunirá com os prefeitos dos 246 municípios goianos. “Faço questão de recebê-los individualmente todos eles para conversar sobre projetos, parcerias e medidas que pretendem adotar para tomar os seus planos de governo”, disse, afirmando que estão agendas 60 reuniões em novembro, 40 em dezembro e as outras 146 serão realizadas no primeiro bimestre do ano que vem.

Conselho Fiscal

Ainda sobre questões administrativas, Marconi revelou que a secretária da Fazenda, Ana Carla Abrão, vai continuar contribuindo com o governo do Estado. Na última semana, Ana Carla aceitou o convite do prefeito eleito de São Paulo, João Dória (PSDB), para ocupar a presidência do Conselho de Gestão Fiscal do Estado. “Eu a convidei para continuar aqui também como membro do nosso Conselho de Gestão Fiscal. Ela vai continuar contribuindo conosco”, disse.

O governador afirmou que participou de todas as conversas da secretária da Fazenda, Ana Carla Abrão, com João Dória.  “Ele queria muito que ela fosse secretária da Fazenda da Prefeitura de São Paulo. Mas ela, por razões pessoais, acabou não aceitando embora quisesse muito ter mais essa experiência profissional”, disse. (Com informações do Gabinete de Imprensa do Governador)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.