Marconi recebe convite para liderar campanha nacional em defesa das OSs

Ficou marcada para novembro deste ano uma reunião ampliada em São Paulo para cuidar dos preparativos da ação que será conduzida pelo governador

Governador recebeu convite do presidente do Instituto Brasileiro das Organizações Sociais (IBROSS) | Foto: Marco Monteiro

Governador recebeu convite do presidente do Instituto Brasileiro das Organizações Sociais (IBROSS) | Foto: Marco Monteiro

O governador Marconi Perillo (PSDB) recebeu, nesta segunda-feira (4/7), um convite para liderar uma campanha nacional em defesa do sistema de Organizações Sociais (OSs) na gestão de hospitais públicos. A solicitação veio do presidente do Instituto Brasileiro das Organizações Sociais (IBROSS), Renilson Rehem, durante almoço de confraternização, no Palácio das Esmeraldas, que reuniu representantes das vinte Organizações Sociais filiadas ao instituto.

Na ocasião, eles foram unânimes em apontar a experiência de Goiás como “a mais exitosa” do País, daí a posição de vanguarda do Estado na implantação do novo sistema. “Ninguém melhor que o senhor, governador, para liderar uma campanha tão importante quanto esta, que não visa defender uma organização em si, mas um modelo de gestão”, disse Rehem no almoço.

O governador se colocou à disposição para defender o sistema de Organizações Sociais na Saúde. Em discurso, ele lembrou que quando o sistema foi implantado em Goiás pela primeira vez, em 2004, eram constantes as críticas à Saúde no Estado. “Com o novo modelo, chegamos a um índice médio de aprovação superior a 94% em toda a rede estadual de Saúde”, afirmou o governador, ao afirmar que Goiás tem todas as condições de liderar uma campanha nacional a favor do novo modelo.

As entidades marcaram para novembro deste ano reunião ampliada em São Paulo, com a presença do governador Geraldo Alckmin, para cuidar dos preparativos para a campanha nacional. Goiás e São Paulo são as duas principais unidades da Federação cujo modelo de gestão da Saúde por OS apresenta-se mais avançado. “Eu tenho prazer de entrar nessa luta”, disse Marconi.

Ele lembrou ainda que, desde que o sistema foi implantado em Goiás, nenhuma greve foi registrada na área da Saúde. “Tivemos a coragem de quebrar paradigmas”, disse o governador, referindo-se às reações iniciais e ao quadro atual de “entusiasmo total” com o novo sistema.

De acordo com o governador, em todos os hospitais goianos administrados por Organizações Sociais ocorreram avanços nos atendimentos, melhoria na estrutura física, implantação de novos serviços, aumento do número de leitos e redução de custos.

O secretário da Saúde de Goiás, Leonardo Vilela, vincula o êxito ao processo de seleção das Organizações Sociais adotado em Goiás e à fiscalização das ações executadas, no qual está incluída a prestação de contas feita pelas entidades. Segundo ele, os avanços na gestão por OSs fizeram com que Goiás se tornasse referência no País na aplicação deste modelo de gestão.

O IBROSS, entidade sem fins lucrativos, foi criada em abril do ano passado com o propósito de representar, orientar e zelar pela eficiência e transparência do setor. Atualmente, 16 unidades e órgãos da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás são geridos por 10 organizações sociais.

Uma resposta para “Marconi recebe convite para liderar campanha nacional em defesa das OSs”

  1. As OSs tornaram a gestão da saúde pública mais eficiente por não ficar presa à legislação que rege o funcionalismo público. É instrumento de gestão pública moderna que ajuda a aplicar com mais eficiência os recursos e melhorar a qualidade dos serviços.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.